Flor doTrigo

sexta-feira, novembro 25, 2005

Ao alcance de todos

AO ALCANCE DE TODOS

Simbolicamente, a paciência é um sedativo da melhor qualidade.
Usando-se, nessa condição, ei-la fazendo prodígios.
Antes de tudo, é vacina contra a irritação, acalmando-nos a vida íntima.
E surge a seqüência de abençoadas derivações.
Resguardando-a conosco, os familiares encontram segurança e tranqüilidade.
Os vizinhos permanecem isentos de inquietações.
Os amigos descansam em nosso convívio.
Discussões negativas e diálogos inconvenientes surpreendem a estação terminal.
Conservando-a, retemos em nós o clima favorável ao cultivo da esperança.
Ao alcance de todos, é por isso que a paciência na farmácia da vida, é o específico da paz.

(Emmanuel & Chico Xavier)
posted by Semida at 7:34 PM 3 comments

segunda-feira, novembro 07, 2005

Vida

A VIDA

(Mário Quintana)


A vida são deveres que nós
trouxemos pra fazer em casa.


Quando se vê já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano..

Quando se vê, passaram-se 50 anos!



Agora, é tarde demais
para ser reprovado...
Se me fosse dado, um dia,
outra oportunidade,
eu nem olhava o relógio.


Seguiria sempre em frente
e iria jogando, pelo caminho,
a casca dourada
e inútil das horas...


Dessa forma eu digo,
não deixe de fazer algo
que gosta devido à falta de tempo,
a única falta que terá, será desse tempo
que infelizmente não voltará mais.

Depois de ler este tema tão belamente tratado, por Mário Quintana, que está servindo de introdução a uma definição de vida que assisti em um Seminário sobre Medicina Fetal e sobre direitos do concépto e de seus pais.
Onde um Professor de Portugal a definiu como "Uma doença crônica, de transmissão sexual e que evolui para o êxito letal"
Bem eu não a considero uma doença, mas também não saberia definir poeticamente como o fez o Mário Quintana comparando-a um relógio...
Posso definí-la como um Sopro Divino, uma chama que nos fornece energia, auto sustentável até um determinado limite independente de nossa vontade ( até certo ponto), quantas coisas erradas e que atentam contra ela executamos a cada minuto e nem o sentimos, é a forma errada de alimentar , é a ociosidade, é o sono que não respeitamos e as vezes até o período de descanso que sacrificamos para trabalhar .
Fazemos isto e nem sentimos...
Concordo com a transmissão sexual, sem ela não há vida ( salvo a raríssima exceção religiosa, mas aqui não me detenho para analisar.) Concordo também com o êxito letal para o corpo, quando esta chama ou Sopro Divino a que me referi no início se extingue e não mais consegue manter o corpo físico funcionante. Mas tenho certeza absoluta que este Sopro Divino não se extingue totalmente e continuamos a viver em outro plano ou em outra dimensão.
Sempre que temos uma definição, não conseguimos nunca concordar integralmente com qualquer definição, seja ela qual for. Sempre que definimos algo, temos que ver os erros e os acertos desta definição.
Pensemos sobre a vida, será que alguém tem uma definição lógica e perfeita sobre ela?
posted by Semida at 8:49 AM 2 comments